Adote um ‘Boa Noite’: Adoção nunca é tardia | Iberê de Castro Dias